28 de setembro de 2015

Laxantes?

Heyy Bom dia Butterflies....

Resolvi lançar uma nova postagem logo de manha para falar sobre os laxs dá vida. Para quem curte ficar no troninho, curtindo a paisagem e contando os azuleijos do banheiro ( eu faço isso ).


Laxantes Naturais 

Os laxantes naturais possuem a vantagem de não prejudicar o funcionamento do intestino deixando-os viciados. Alguns laxantes naturais que podem ser consumidos em caso de prisão de ventre, são: 

1. farelo de trigo, ameixas pretas, mel, chá de bardana
2. cáscara sagrada, suco de aloe vera (babosa ) industrializado.
3. raiz de alcaçus, e alimentos enriquecidos com fibras

O ideal é que a alimentação seja rica em fibras, comer frutas, hortáliças, e legumes diariamente em dietas. Além dos alimentos, um liquido indispensável é a água, quanto mais água beber menor será a prisão de ventre. 

Frutas Laxantes 



Recomenda-se comer de 3 a 5 frutas por dia, uma para cada refeição. Os resultados devem ser obtidos dentro de 24 a 36 horas, dependendo do organismo. 

Obs: Não deixei os nomes do laxantes de farmácia, porque pode ser perigoso e não quero que ninguém, se alegre e tome sem cuidado.


Laxantes 

Laxantes são substâncias utilizadas para promover o funcionamento intestinal.
Laxantes podem ser alimentos, suplementos ou remédios.

São mais frequentemente classificados de acordo com seu mecanismo de ação.
Você pode ingerir laxantes na forma de comprimidos, pó efervescente ou não, geléia, xaropes ou suspensões ou por via retal na forma líquida ou de supositórios.
Para que servem os laxantes ou quando estão indicados?
Laxantes são utilizados sob orientação médica no tratamento da constipação intestinal.
São empregados quando a simples adoção de uma dieta rica em fibras (cerca de 30 a 40g diárias de fibra alimentar) não é suficiente para controlar os sintomas da constipação (baixa freqüência de evacuações, distensão e dor abdominal, gases e empachamento).

Tipo de laxante (exemplo)AçãoEfeitos colaterais
Laxantes osmóticos (sal amargo, lactulose, manitol, sorbitol, polietilenoglicol e leite de magnésia)Substância que chegam inertes ao intestino grosso e uma vez lá, “puxam” água para o interior do cólon a partir de tecidos vizinhosDiarréia, desidratação, flatulência, distúrbios de sais minerais e insuficiência renal em pacientes idosos ou com lesão renal prévia
Formadores de bolo fecal (farelo de trigo, ispaghula husk, psylllium, metilcelulose e policarbofila)Partículas que aborvem água levando à formação de fezes volumosas e fáceis de serem eliminadas e estimulando a contração da musculatura intestinalDistensão abdominal, gases, flatulência e diarréia
Irritantes ou estimulantes (bisacodil, Senna e docusato sódico)Provocam contração da musculatura intestinal com o objetivo promover a evacuaçãoCólicas por vezes fortes, dor abdominal, diarréia e náuseas

O uso prolongado de laxantes faz mal à saúde?
Como com qualquer substância há riscos associados ao uso isolado ou prolongado de laxantes.
O tipo de complicação mais freqüente depende do tipo de laxante utilizado.

As complicações podem ser divididas entre as agudas (aquelas que ocorrem após uma única dose de laxante) e as crônicas (aquelas associadas ao uso prolongado de laxantes).
Dentre as complicações agudas, a mais importante é a desidratação resultante de uma grande perda de líquido nas fezes. Os pacientes de maior risco para essa complicação são os idosos e aqueles com mal funcionamento dos rins. A diarréia depende da dose. O curioso é que a diarréia forte é mais freqüente entre aqueles indivíduos que usam laxantes para controle do peso ou emagrecimento. Esses indivíduos tendem a usar doses maiores. Associadamente, sofrem de outros distúrbios alimentares, o que pode levar a quadros clínicos de graves descompensações. A desidratação está mais frequentemente associada ao abuso de laxantes osmóticos.
Dentre as complicações crônicas, a mais preocupante é a dependência de laxantes. Os laxantes irritativos ou estimulantes produzem seu efeito como resultado de estimulação da contratilidade do intestino. Como resultado desse mecanismo de ação, produzem algum grau de lesão neurológica no intestino. Como efeito, o intestino, com o uso prolongado, pode ficar dependente do laxante para funcionar normalmente. A conseqüência disso é que o paciente acaba aumentando a dose de laxante e com o aumento da dose, o risco de complicações agudas como a diarréia, a desidratação e as cólicas abdominais fortes aumentam. Quando laxantes utilizados cronicamente e em altas doses são suspensos, há necessidade de readaptação do intestino. Como resultado, o intestino pode levar algum tempo até voltar a funcionar normalmente.
Como fazer então para suspender o uso prolongado de laxantes? A resposta é que laxantes irritativos devem ser trocados por laxantes osmóticos ou por formadores de bolo fecal. Associadamente há necessidade de aumentar a ingesta de água e de fibras na dieta. Nem sempre é facial realizar essa troca. A maioria dos pacientes volta a sentir os sintomas de constipação uma vez que como resultado da maior ingesta de água e fibras necessária à readaptação, o intestino desses pacientes volta a se tornar mais cheio do que anteriormente.

Fontes: Link1 Link2
Minha opinião

Não sou á favor dos Laxantes. Eu já usei sim, não vou mentir, mas não foi uma experiência muito agradável. Eu só faço o uso deles, quando realmente estou presa. Mas fora disso não! Eu sempre opto pelo natural, então consumo alimentos com bastante fibras. Ainda mais se a dieta for muito restritiva. Eu já vi uma dieta parecida com a Perdida, eu fiquei uma semana sem ver o troninho. Então comprei uma caixinha de D* e tomei alguns. Crédo. Fiquei um dia inteiro no trono. Não sei o que me deu, mas era a cada uma hora no banheiro. Nesse dia me deu até assadura. Minha mãe me disse que era normal, entrar e ficar evacuando por um tempo. Mas não toda hora como eu fiquei. Nessa última tabela mostra claramente, o efeito de alguns remédios de farmácia, e outros naturais. 
As minhas considerações é: Use com cuidado! Não existe remédio milagroso, utilize apenas se realmente estiver precisando. Isso vira vício, e tudo que vira vício faz mal. :) 


Beijos estrelados & cheios de arco- íris.
Caso alguém tenha uma sugestão de post é só deixar nos comentário. 
Abraços da Lua 

10 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Nunca usei laxantes T.T kk poque tenho meio q medo sei lá, mas como existem frutas e até alguns iorgutes que fazem o mesmo efeito prefiro optar a elas kk amei o post <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Existe vários, e com vários efeitos diferentes. ( minha opinião )

      Excluir
  3. Em portugal pelo menos há chás que tem efeito laxante...faço uso deles quando acho que comi porcarias a mais e quero fazer uma limpeza. Mas não é coisa que faça frequentemente.. É sempre bom não abusar nos laxantes porque podemos ficar com o intestino preguiçoso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aqui também, se eu não me engano " Chá de Sene " tem efeito laxante. Porém o uso dele por longo tempo, é muito prejudicial também.

      Excluir
  4. Ótimo você dar dicas de laxantes naturais, melhor do que acostumar o corpo com tanta química.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade.
      Muitas gurias acabam viciando na ilusão do lax, e é sempre nos que mais maltratam. E eu nem deixei nomes, de medicamentos, por causa das cabecinhas de vento... ^^

      Excluir
  5. Vou dar uma dica de post, aliás um post que já fiz, mas gostaria que vc divulgasse isso.
    É o leite de magnésia phillips, ele é 100% natural, necessário pro corpo humano, anti-arrítmico e laxante.
    Aprendi a usar numa palestra do Dr.Lair Ribeiro, leite de magnésia é um santo remédio.

    O enema é excelente!
    Hoje tenho uma bolsa para enema de 2 litros, é 100% natural e segura a lavagem intestinal.
    Britney Spears e Marilyn Monroe são as famosas adeptas a lavagem intestinal caseira (enema) e se você pesquisar vai ver que é um método antigo para emagrecer, limpar o corpo e prevenir doenças.


    Beijinhos ^^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que legal, vou pesquisar sim.
      Os dois tópicos parecem ser ótimos!

      Valeu Anita!!

      Excluir

Agradeço o comentário, minha Borboleta!!